Elija el país o región del cuál quiere ver el contenido específico de acuerdo a su ubicación

Continuar

SHINICHI SAHARA: “A COMPETIÇÃO De MOTOGP É EXTREMAMENTE EXIGENTE PARA UM LUBRIFICANTE”

12.07.2021

A Suzuki Racing, o MotoGP e a Motul mantêm uma relação antiga que começou há mais de 30 anos. Até ao dia de hoje estas empresas continuam a desafiar os limites na procura daquele décimo de segundo adicional. Durante o Motul TT em Assen, discutimos o avanço da tecnologia com o líder do projeto MotoGP da Suzuki, Shinichi Sahara. 

SHINICHI SAHARA: “A COMPETIÇÃO De MOTOGP É EXTREMAMENTE EXIGENTE PARA UM LUBRIFICANTE”

Qual é a importância de um lubrificante numa moto de MotoGP? 

Na corrida em MotoGP o lubrificante é uma peça essencial de todo o conjunto. A nossa forma de competir é extremamente exigente para um lubrificante. Não apenas tem de lubrificar um motor submetido a um esforço constante, como também desempenha uma função importante no controlo da temperatura e do arrefecimento do motor.

Qual é a importância de um lubrificante numa moto de MotoGP? 

Porque é tão importante desenvolver estes lubrificantes numa pista e não apenas no laboratório? 

Podemos testar praticamente tudo num laboratório. Mas aqui, no circuito, estamos a testar diversos fatores na vida real. Durante uma época completa de MotoGP, as nossas motos são levadas ao limite em condições muito variadas. De altas a baixas temperaturas, bem como a níveis de humidade extremamente diferentes. Todos estes fatores proporcionam imensos dados que podemos utilizar para melhorar o nosso desempenho e os produtos. 

Porque é tão importante desenvolver estes lubrificantes numa pista e não apenas no laboratório? 

Que tecnologias saíram de uma moto de MotoGP para uma de estrada? 

Há imensos aspetos de competição com impacto nas nossas motos de estrada. Uma das principais tecnologias que passaram do MotoGP para a estrada foi o nosso mecanismo de mudanças rápidas. Este sistema, que permite ao motociclista aumentar ou diminuir as velocidades de forma ininterrupta, foi desenvolvido e testado primeiro nas corridas. Outra tecnologia é o sistema drive-by-wire, bem como muitos pormenores que encontram em toda a moto. 

Que tecnologias saíram de uma moto de MotoGP para uma de estrada? 

Que tecnologias chegarão futuramente às motos de estrada? 

É difícil dizer. Estamos a trabalhar em tantas coisas. Um dos passos lógicos incluiria uma parte da capacidade aerodinâmica da moto de MotoGP. Penso que esta é uma parte na qual podemos trabalhar bastante para a moto de estrada. Também melhoramos continuamente os sistemas de segurança eletrónicos, como os sistemas de gestão da estabilidade e o controlo da tração. 

Que tecnologias chegarão futuramente às motos de estrada? 

De que forma os produtos Motul ajudam a Suzuki a alcançar o seu sucesso dentro e fora da pista?

Não consigo imaginar os nossos anteriores ótimos resultados sem a Motul. A nossa relação consolidada e o know-how são muito importantes para melhorar o nosso desempenho. Juntos demonstramos a nossa força. Ganhámos o título em 2020, mas a Suzuki também podia demonstrar as suas potencialidades noutras modalidades dos desportos motorizados.  A relação entre a Suzuki e a Motul é uma parceria longa, consolidada durante décadas, e este contributo é muito valioso no mercado global.

De que forma os produtos Motul ajudam a Suzuki a alcançar o seu sucesso dentro e fora da pista?